A Sabedoria de Deus

sabedoria     Em um país distante, havia uma lei que determinava que uma vez ao ano, trinta prisioneiros da cidade fossem sorteados aleatoriamente para serem executados, pensando desta forma em diminuir a criminalidade.

Com o passar dos anos toda vez que aproximava-se esta data uma imensa tristeza tomava conta da cidade. Chegado o dia mais triste do ano para a cidade, eis que o governador sai de sua casa e se dirige para a sede do governo onde deveria assinar a lei com os respectivos condenados. O decreto deveria ser assinado até as 12:00h ou perderia sua validade, sendo os condenados reenviados ao cárcere.

No trajeto até o palácio o governante observa o cotidiano da cidade através da janela de seu carro quando de repente, seus olhos observam duas crianças correndo. A maior correndo, brincando, atrás da menor. De repente a menor cai e é acudida pela maior que para faze-la parar de chorar, a distrai e carrega-a nos braços.

Seu carro já vai distante mas ele fixa seu olhar naquela cena. Chegando ao seu gabinete, pede para não ser incomodado e fecha as portas. Aquela cena não lhe sai da mente e o remete às entranhas do seu ser ao ver a criança maior protegendo a menor. Um turbilhão passa na sua vida, assim o tempo passa e são 12:00 h. Uma explosão de alegria toma conta da
cidade e todos se rejubilam, pois a lei não seria cumprida hoje e talvez nunca mais.

Uma mãe então entra em casa gritando feliz:
– Filhinhos, filhinhos! o Governador não assinou a perversa lei. Seu pai, eu não queria contar-lhes, tinha sido escolhido para ser executado, mas graças a Deus ele estará conosco semana que vem! Viva! Viva!

– Que bom mãe! Que bom Mamãe!

– E vocês ? o que fizeram?

– Nada não mãe. Nós saímos para brincar mas o Andrezinho caiu, chorou aí eu tive que carregá-lo no colo e contar algumas estórias para ele. Eu acho que nós nem deveríamos ter saído de casa…

É assim que Deus age em nós…. muitas vezes nem percebemos os seus sinais, mas Êle sabe como fazer aquilo que nos é aproveitável e usa os emissários do bem para que enxerguemos a vida de maneira diferente… não esqueça que Deus vela por nós todos os instante.

Tipos de Sutiã

Além de essencial e indispensáveis no nosso guarda-roupa o sutiã é também sinônimo de feminilidade e deve, acima de tudo, trazer conforto para todas as mulheres.No mercado encontramos diversos tipos e modelos, muitas vezes fica até difícil reconhecer qual é o mais apropriado para cada tipo e tamanho de seios. Para isso vamos explicar neste post qual é a finalidade de cada sutiã e por quem podem ser usados.

1. MEIA-TAÇA

 sutia-meia-taca
As taças cobrem aproximadamente ¾ dos seios, acomodando naturalmente sem aumentar. Geralmente tem suporte com aro.
Quem pode usar?
Ideal para quem tem seios pequenos e médios e deseja modelar e valorizar o decote sem aumentar o volume dos seios.
2. BALCONÊ

balconê
Semelhante ao meia-taça, o balconê é um estilo de sutiã sexy, pois tem o decote mais cavado sobre o busto. As alças de um balconê são posicionadas distantes para decotes quadrados. As taças levantam o busto e dão uma aparência semelhante à criada por um espartilho.
Quem pode usar?
Ideal para quem tem seios pequenos e médios e deseja realçar os seios.

3. TRIÂNGULO

triângulo
Ideal para mulheres com seios mais rígidos, as taças têm formato triângular. Opção perfeita para quem precisa de leve ou média sustentação. Os sutiãs triângulo podem ter ou não bojo ou forro, geralmente não têm aros e a maioria tem alças mais finas.
Quem pode usar?
Ideal para mulheres com seios mais rígidos, de tamanho pequenos e médios, e deseja modelá-los com mais conforto.

4. TAÇA C

Taça C
As taças são mais angulares na frente e a pala central é mais fina. Elas possuem maior profundidade que as tradicionais. Geralmente esse sutiã possui suporte com aro e não tem espuma.
Quem pode usar?
Especial para mulheres com tórax estreito e seios volumosos.

5. COBERTURA TOTAL

 cobertura total
Em geral, essa modelagem deve cobrir totalmente o seio. O design da taça oferece uma cobertura adicional, ideal para quem precisa de alta sustentação. Podem ter aro ou não.
Quem pode usar?
Ideal para quem tem seios volumosos e deseja maior firmeza e sustentação. Também é o melhor tipo de sutiã para seios espalhados e/ou flácidos.

6. TOMARA-QUE-CAIA

tomara que caia

Podendo ser estruturado ou não, esse sutiã é desenvolvido especialmente para sustentar os seios sem o auxílio de alças. Os modelos estruturados possuem taças espumadas, suporte com aro e laterais reforçadas, para maior suporte. Os modelos faixa são mais leves e sem aro, e geralmente não possuem espuma.

Quem pode usar?
Ideal para quem tem seios firmes e pequenos. Ele é usado com roupas sem alças ou de um só ombro.

7. MULTIFUNCIONAL

 Multifuncional
Com alças removíveis e de usos diferenciados, possuem em sua estrutura encaixes para que as alças possam ser utilizadas de diversas formas e se adaptem a qualquer modelo de blusa ou vestido.
Quem pode usar?
Ideal para quem tem seios pequenos e médios e não precisam de alças largas para dar sustentação aos seios.

8. FRENTE ÚNICA

 sutia-frente-unica
As alças contornam o pescoço deixando as costas nuas. Geralmente possui suporte com aro, podendo ter espuma ou não. Ideal para ser usado com blusas e vestidos frente única.
Quem pode usar?
Deve ser usados por quem tem seios pequenos e médios. Não é recomendado para quem tem seios volumosos, pois pode provocar dores no pescoço.

9. PUSH UP

 Push-Up-
Esses sutiãs tem bojo com volume interno extra, podendo ser fixo ou removível, e suporte com aro. Serve para aumentar o volume, aproximar e dar forma aos seios. O volume extra se posiciona de forma a projetar os seios para dentro e para frente.
Quem pode usar?
Ideal para quem tem seios separados, de tamanhos pequenos e médios, e deseja valorizar o decote e aumentar o volume dos seios. Ótimo para usar com blusas que tenham decotes em V.

10. MATERNITY

 MATERNITY
Taças com abertura funcional e cobertura destacável, com clipe. Geralmente, sem aro, podendo ser com ou sem espuma.
Quem pode usar?
Especial para mulheres que estão amamentando.

11. TOP

sutia-top- 
Sutiã sem fechos, para ser vestido pela cabeça, como um top. Geralmente sem aro e sem espuma, podendo ter taças forradas ou não.
Quem pode usar?
Ideal para quem sente desconforto com fechos e colchetes.

12. NADADOR 

nadador
As costas possuem formato “Y”, fazendo com que as alças partam do meio das costas. Essa modelagem permite maior liberdade de movimentos dos ombros. Geralmente possui fecho frontal.
Quem pode usar?
Ideal para quem deseja maior liberdade de movimentos dos ombros, ou esconder as alças do sutiã sob uma blusa estilo nadador, independente do biótipo.

13. ESPORTIVO

 esportivo
Possui a estrutura das taças e alças reforçadas, para manter os seios firmes durante a prática esportiva. Geralmente sem aro, podendo ter espuma ou não.
Quem pode usar?
Ideal para quem pratica esportes e possui seios volumosos.
 

14. LENÇO 

lenço
Taças leves e sem forro, em formato triangular.
Quem pode usar?
Ideal para quem tem seios pequenos e firmes, pois, apesar de ser confortável, oferece pouca sustentação.

15. CLÁSSICO

 Sutiã- classico
Um dos estilos mais usados e com apelo mais universal. As taças são mais angulares na frente e a pala central é mais fina, acentuando a aparência do colo do seio do que o sutiã comum. As taças podem ter ou não aros, bojos ou forros.
Quem pode usar?
Ideal para quem tem seios pequenos e médios e deseja modelar e valorizar o decote, aumentando o volume dos seios.

Unhas Saudáveis

Cuidados-com-as-unhas-1     “Unhas” não é apenas uma questão de preocupação estética.
As Unhas têm uma atenção especial no que se diz respeito à estética, em sua maioria, pelo público feminino.Porém, cuidar das unhas deve ser pensado além da aparência. É uma questão de Saúde.

As unhas têm recebido cada vez mais atenção, principalmente as das mulheres.
Tornaram-se mais coloridas, desenhadas e algumas até postiças….
As unhas viraram cartão de visita, e para isso precisam estar bem cuidadas, e limpas.Mas devemos estar sempre atentos, pois qualquer alteração pode evidenciar doenças e causar

transtornos como diminuição da auto- estima.unhasfracas6

Portanto fique atenta e qualquer anormalidade que você encontrar em suas unhas procure um  especialista.

images 487947_128549280657807_818805396_n

Make da Adele

Passo a passo adele-oscars-red-carpet-2013-05
Aprenda a copiar em casa o make de festa usado pela cantora Adele e confira alguns truques de maquiagem para afinar o rosto
Abuse do traço autoconfiante nos olhos! O truque para o look perfeito é fazer uma linha pontilhada bem fininha com o lápis antes de passar o delineador. Para as iniciantes, o produto em caneta é melhor.
Para começar passe o delineador pelo canto interno dos olhos, bem rente aos cílios, com a mão leve. Da metade da pálpebra para o canto externo, engrosse o traço e puxe-o um pouco para fora. É importante ter uma visão geral do rosto na hora de traçar (e não puxar a pele) para que as duas linhas fiquem iguais.
Passo a passo para afinar o rosto
1- Passe base mais escura no contorno do rosto, indo da raiz da têmpora até o meio da face. Dê leves pinceladas na região do papinho. A base pode ser trocada por sombra marrom sem brilho.

2- Com um pincel menos redondo que o tradicional, passe blush mais escuro logo abaixo da maçã do rosto, começando na raiz do cabelo e indo até o meio das bochechas.

3-Para o nariz, vale exatamente o mesmo truque. Passe a base mais escura nas extremidades, começando na testa, e nas abas. O truque disfarça nariz grande.

Make Azul

408722_219731384830122_744061006_n

Passo a passo
1 – Prepare a pele com a BASE, CORRETIVO e PÓ, e com a ajuda de um pincel passe o ILUMINADOR rente as sobrancelhas na altura do final até o meio das mesmas.
2 – Passe nas pálpebras móveis um lápis preto aleatoriamente e espalhe com um pincel, para dar profundidade ,esfume no côncavo .
3 – Passe a SOMBRA AZUL apenas nas pálpebras móveis.
4 – Passe o LÁPIS preto o DELINEADOR e finalize com o RÍMEL
5 – Para que seus olhos sejam o foco da maquiagem use um blush nude e um batom cor de boca.
Essa é uma maquiagem linda, casual e discreta, porém bem fácil de fazer.
Espero que tenham gostado. Beijos!

O Valor da Amizade

foto em preto e branco  Damon e Pítias eram grande amigos desde a infância. Confiavam um no outro como se fossem irmãos e ambos sabiam, no fundo do coração, que nada havia que não fizessem um pelo outro. Chegou o dia em que precisaram demonstrar a profundidade dessa amizade. Aconteceu assim:
Dionísio, rei de Siracusa, aborreceu-se ao tomar conhecimento dos discursos que Pítias vinha fazendo. O jovem pensador andava dizendo ao público que nenhum homem deveria ter poder ilimitado sobre outro e que os tiranos absolutos eram reis injustos. Num assomo de cólera, Dionísio mandou chamar Pítias e seu amigo.
– Quem você pensa que é, espalhando a inquietação entre as pessoas? – exortou.
– Divulgo apenas a verdade – respondeu Pítias. – Não haver nada errado nisso.
– E sua verdade sustenta que os reis têm poder demais e que suas leis não são boas para os súditos?
– Se um rei apossou-se do poder sem a permissão do povo, sim, é o que falo.
– Isto é traição! – gritou Dionísio – Você está conspirando para me depor. Retire o que disse ou arque com as conseqüências.
– Não retiro nada – respondeu Pítias.
– Então você morrerá. Tem algum último desejo?
– Sim, permita-me ir em casa apenas para dizer adeus à minha mulher e meus filhos e deixar em ordem os assuntos domésticos.
– Vejo que não somente me considera injusto, mas também estúpido – Dionísio riu sarcástico. – Se sair de Siracusa, tenho certeza de que nunca mais o verei.
– Dou-lhe uma garantia nesse mundo você me poderia dar para fazer-me crer que algum dia voltará? – Exclamou Dionísio.
Nesse momento, Damon, que permanecia calado ao lado do amigo, deu um passo à frente.
– Eu serei a garantia – disse. – Mantenha-me em Siracusa como seu prisioneiro até o retorno de Pítias. Nossas amizade é bem conhecida. Pode ter certeza de que Pítias voltará se eu ficar retido aqui.
Dionísio examinou em silêncio os dois amigos.
– Muito bem – disse por fim. – Mas se estás disposto a tomar o lugar do seu amigo, deve se dispor a aceitar a mesma sentença, se ele quebrar a promessa. Se pítias não voltar a Siracusa, você morrerá em lugar dele.
– Ele cumprirá a palavra – respondeu Damon. – Não tenho a menor dúvida.
Pítias recebeu permissão para partir e Damon foi atirado na prisão. Muitos dias se passaram e, como Pítias não voltava, Dionísio se deixou vence pela curiosidade e foi à prisão ver se Damon já estava arrependido de ter feito o acordo.
– Seu tempo está chegando ao fim – o rei de Siracusa escarneceu. – Será inútil implorar misericórdia. Você foi um tolo ao confiar na promessa do seu amigo. Pensou realmente que ele iria sacrificar a vida por você, ou por qualquer outra pessoa?
– É um mero atraso – Damon rebateu com firmeza. – Os ventos não permitiram que navegasse, ou talvez tenha encontrado um imprevisto na estrada. Mas se for humanamente possível chegará a tempo. Tenho tanta certeza da sua virtude como da minha própria existência.
Dionísio admirou-se da confiança do prisioneiro.
– Logo veremos – disse ele, deixando Damon sozinho na cela.
Chegou o dia fatal. Damon foi retirado da prisão e levado à presença do algoz. Dionísio saudou-o com um sorriso presunçoso.
– Parece que seu amigo não apareceu – ele riu – Que acha dele agora?
– É meu amigo – Damon respondeu. – Confio nele.
Nem terminara de falar e as portas se abriram, deixando entrar Pítias cambaleante. Estava pálido, ferido e a exaustão tirava-lhe o fôlego. Atirou-se aos braços do amigo.
– Você está vivo, graças aos deuses – soluçou. – Os fados pareciam conspirar contra nós. Meu navio naufragou numa tempestade, bandidos me atacaram na estrada. Mas recusei-me a perder a esperança e finalmente consegui chegar a tempo estou pronto a cumprir minha sentença de morte.
Dionísio ouviu com espanto essas palavras. Abriam-se seus olhos e o seu coração. Era-lhe impossível resistir ao poder de tal lealdade.
– A sentença está revogada – declarou ele. – Jamais acreditei que pudessem existir tamanha fé e lealdade na amizade. Vocês mostraram como eu estava errado e é justo que os recompense com a liberdade. Em troca, porém, peço grande auxílio.
– Que auxílio? – Perguntaram os amigos.
Ensinem-me a ter parte em tão sólida amizade.

Para meditar :
Rute 1. 16-17
Disse, porém, Rute: Não me instes para que te deixe e me obrigue a não seguir-te; porque, aonde quer que fores, irei eu e, onde quer que pousares, ali pousarei eu; o teu povo é o meu povo, o teu Deus é o meu Deus. 17 Onde quer que morreres, morrerei eu e aí serei sepultada; faça-me o SENHOR o que bem lhe aprouver, se outra coisa que não seja a morte me separar de ti.